quarta-feira, 31 de agosto de 2011

Linda imagem e informação sobre Rinotraqueíte!

Meio da semana com essa linda foto, fiquei apaixonada por esta imagem.

Bom nessas últimas duas semanas os gatinhos todos aqui ficaram doentes... O Primo era o único que não era castrado aqui em casa, por isso ele saia muito e pegou um vírus que causa a Rinotraqueíte, uma doença altamente contagiosa e como meus amores não tinham a vacina, o vírus passou pra quase todos, primeiro ele, depois o Donatello, depois o Thor, a Cher e agora o Hulk tah começando espirrar.
A informação sobre este vírus é muito importante e a vacinação tbm...


Algumas informações:
Rinotraqueíte Viral Felina é causada por um herpevíruse e é altamente contagiosa, sendo responsável por 40 - 45% das infecções respiratórias felinas. Os primeiros sinais da doença são espirros, febre, rinite e salivação. Uma descarga nasal e ocular inicialmente serosa que rapidamente transforma-se em mucopurulenta é típica da doença. Após temos anorexia, depressão e pêlos ásperos. A taxa de mortalidade entre os filhotes afetados pela doença pode chegar a 50 - 60%.
Cuidados de manejo devem ser tomados nesta época do ano, quando o clima seco e frio do inverno favorece o aparecimento e a disseminação das doenças respiratórias. Deve-se, por exemplo, evitar a exposição do seu gato em locais de aglomeração de animais, tais como parques, canis, feiras de animais, praças, abrigos e lojas de animais. Sempre que possível, fazer a vacinação anti-rábica em consultório particular (onde o atendimento é individual e o custo da vacina não é alto). Deve-se, também, manter o animal protegido do frio, das correntes de vento e da umidade. Diminua a freqüência dos banhos e evite fazê-lo nos dias frios. É aconselhável providenciar roupas próprias para aquecê-los nos dias mais frios.
Entretanto, a maneira mais eficaz de proteger os gatos da gripe é a vacinação anual. Os gatos devem ser protegidos contra o complexo respiratório felino através da vacina quíntupla felina que, além dos três agentes citados, protege também contra a Panleucopenia Felina e contra a Leucemia Felina. Essa vacina deve ser aplicada aos dois meses de idade, reforçada aos três e aos quatro meses, e depois, anualmente
O Herpesvirus não é eliminado do organismo do animal após o contato. Assim sendo, o gato não vacinado será um portador definitivo do vírus. Isto quer dizer que se o gato portador passar por um período de estresse ou queda de resistência, o Herpesvirus poderá voltar a se manifestar, causando os sintomas respiratórios característicos: secreção ocular (conjuntivite), secreção nasal, espirros, tosse. Pode ocorrer pneumonia com a persistência dos sintomas.

Fonte: Dr. Amilcar Silva Jr. CRMV - SP nº 5.036 - E-mail: cvguaruvet@bol.com.br - Proprietário da Clínica Veterinária GUARUVET.

5 comentários:

Rafaela Lima disse...

Nossa..como é lindo ela guardando os filhotes assim! amei essa foto!

bjk e boa semana!

Pepi disse...

Miaumiguinhos,
Melhoras!
Vamos pedir ao Papai do Céu que cure logo todos vocês
Tenham uma linda semaninha
Muitos ronrons estreladinhos do
Xixo

Sandra Mitsue disse...

Oi...
Muito bom seu post...Eu tenho uma gatinha mix siamesa...e Adoro ler tudo que diz respeito a gatinhos e cachorrinhos...Venha conhecer o Meu Cantinho no Japão...Ficarei muito feliz com sua visita...
Beijos!
San...

Nina disse...

Oi sou a Nina...
Queria muito ser amiguinhas de vcs...Nunca peguei gripe...mas como aqui é muito frio eu preciso me cuidar...Vou pedir para o papai do céu que vcs melhorem logo pra gente brincar...
Nyan nyan ( MIAU)
Nina...

Cacau Jafet disse...

Olá!!
Adorei o seu blog...Também sou apaixonada por estes seres maravilhosos,os encantadores felinos!!!Adorei esta post!!!
Já estou te seguindo pois quero voltar sempre.
bjos e ronrons,
Cobinha,Fify,Nabila,Peninha,Zariguim e Lilika

Postar um comentário

 
;